Muitos jogos buscam oferecer uma experiência bastante diferente do que estamos acostumados, nos fazem sair um pouco daquela ”caixinha” dos shooters e jogos AAA e nos mostram histórias e mecânicas diferentes. Perception é um jogo que faz isso muito bem nos colocando em um jogo de terror onde a história e sua cautela ao explorar o cenário são extremamente importantes para o gameplay.

É quase impossível de se imaginar como seria jogar algo onde o personagem controlado pelo jogador é cego, mas a desenvolvedora Deep End nos mostrou uma solução muito interessante e divertida utilizando dos conceitos de ecolocalização. De forma simples, o único jeito de enxergar no jogo é através do som que o personagem e o cenário emitem, que ecoa em objetos próximos e formam uma imagem na cabeça de Cassie, a protagonista de Perception. Sons como passos, a batida da bengala de Cassie no chão, rádios, TV e o próprio vento soprando entre os objetos são alguns dos sons que possibilitam ao jogador ter uma visão do cenário.

A trama do jogo se baseia em Cassie, uma jovem cega, que parte sozinha em busca de respostas e acaba chegando numa mansão abandonada, e obviamente assombrada, que aparentemente tem relação com seu passado. Cassie é assombrada por um espírito que recebe o nome apenas de Presença, e que não gosta muito de Cassie explorando o local e nem do barulho que ela faz durante sua estadia na mansão.

Coisas como um caminho que você acabou de passar mudar completamente e objetos mudarem de lugar repentinamente, é o que faz o jogo ter um ar mais tenso do que seria apenas pelo fato da personagem não enxergar e não poder fazer muito barulho. O trabalho de sound design no jogo é incrível e faz com que o jogador hesite por alguns momentos em proseguir pela casa e faz com que ele fique tenso e apreensivo em utilizar sua bengala para enxergar melhor o local onde ele se encontra. A dublagem de Cassie é sensacional e conseguimos perceber facilmente o medo da personagem somente pela sua voz.

Perception é um excelente jogo de terror, com uma narrativa sensacional para descobrir o que realmente aconteceu naquela casa e qual é a verdade por trás do passado de Cassie. O jogo é uma experiência que foca na narrativa e deixa o jogador psicologicamente tenso por causa de sua mecânica de ecolocalização e seu excelente trabalho com o som. Se um jogo de terror com uma mecânica incomum e diferente dos demais é o que você procura, com certeza não irá se arrepender com Perception.

REVER GERAL
NOTA
9
COMPARTILHE