Em 2003 o cinema recebeu uma franquia que viria para ficar e trazer uma nova visão para o gênero ação e aventura, estamos falando de Piratas do Caribe. A trilogia inicial se tornou uma das mais bem sucedidas de todas e não é por menos, os três primeiros filmes foram sensacionais e contaram uma história com todos os seus detalhes possíveis e com um fechamento épico.

Na história deste novo filme o Capitão Jack Sparrow se junta à Henry Turner e Carina Smyth. Todos os três, além do antagonista do filme, o Capitão Salazar estão em busca do tridente de Poseidon por suas próprias razões. Vale ressaltar que este filme nos mostrou algo que o anterior não havia trazido à tona, uma continuação para a história de Will Turner e o que havia acontecido após os eventos do terceiro filme. Por outro lado o Capitão Hector Barbossa também está de volta e dessa vez as decisões tomadas por ele aparentam serem mais importantes do que a do trio principal. Ai que fica uma pergunta, quem realmente está no comando do ‘navio’?

O desenvolvimento dos personagens durante o filme aparenta ser um pouco forçado, como o romance entre Carina e Henry que existindo ou não, funciona de forma igual. O grande vilão do filme, Capitão Salazar impressiona em seus primeiros momentos, mas acaba decaindo ao longo da história e não mantém todo aquele ar impressionante que Davy Jones nos passou na trilogia inicial. Alguns personagens presentes neste filme tomaram decisões que podemos dizer que são verdadeiros clichês e não empolgam tanto o quanto deveriam.

O enredo e as cenas de ação são bastante interessantes no início, mas acabam perdendo a empolgação quando nos aproximamos do final. Em comparação com os primeiros filmes, este possui uma grande falta de cenas épicas que deixam qualquer um animado assistindo ao filme, como por exemplo no terceiro longa quando ocorre a batalha no redemoinho contra Davy Jones e a marinha inglesa comandada por Cutler Beckett.

No geral, ‘Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar’ é um bom filme, mas que possui seus erros. Algumas cenas de ação são bem interessantes e o enredo é OK. Levando em consideração que o filme é uma história nova ele até que é bem interessante, o visual do filme como sempre é maravilhoso e a trilha sonora é excelente do jeito que conhecemos. Para um fã da franquia pode-se estranhar algumas coisas, mas o filme ainda diverte e mantém em partes aquele ”estilo” Piratas do Caribe.

REVER GERAL
NOTA
8
COMPARTILHE